Bloqueio criativo? Confira 8 dicas matadoras para designers

Sabe aquela sensação de ter um job para terminar e a criatividade andando lá embaixo? Talvez você tenha percebido que suas criações andam meio estagnadas e que já faz tempo que não surge aquele insight incrível para aplicar em uma arte gráfica. Pode ser também que você veja outros designers surfando em ondas super inovadoras enquanto você só observa.

Fique tranquilo. Esses são sintomas clássicos do famoso bloqueio criativo!

Sim. Há pessoas extremamente criativas que inovam em cada pequeno detalhe, desde dar o nome para o cachorro de estimação, presentear a (o) namorada (o), até executar o trabalho de uma maneira totalmente diferente…

O que muitas vezes passa despercebido é que, para evitar o bloqueio criativo, essas pessoas têm algumas atitudes em comum, que você vai ficar por dentro neste texto da Gráfica Paulista preparado especialmente para designers!

Veja abaixo dicas fáceis e descomplicadas para que você saia definitivamente do estado de bloqueio criativo e passe a um estado contínuo de insights criativos para aplicar não somente em artes gráficas, mas na sua vida como um todo!

bloqueio-criativo

#1 Esteja perto de gente criativa   

A máxima de que somos produtos do meio social em que estamos inseridos é totalmente verdadeira! Quanto mais tempo você passa com pessoas mal-humoradas, certamente será contagiado, aumentando seu nível de “ranzinzês”. Da mesma forma acontece com pessoas inteligentes, divertidas e… CRIATIVAS!

#2 Pratique meditação mindfullness   

A prática de meditação mindfullness foca na respiração correta e no relaxamento e ajuda a aumentar a lucidez mental, contribuindo para abrir as portas à criatividade. Esse tipo de meditação não é relacionada à espiritualidade, tendo como único foco o bem-estar da mente.

#3 Tenha hobbies e invista tempo neles       

Apaixonar-se por atividades novas é uma fonte de benefícios para a mente sem fim. Aliás, reduzir o estresse é uma porta aberta para insights criativos. Não importa se o seu hobbie é praticar um esporte, cantar, tocar um instrumento ou qualquer outro. O importante é fazer algo que te faz bem!

#4 Aprenda algo novo SEMPRE       

Embora estudos indiquem que a maioria das pessoas para de aprender coisas novas aos 30 anos, quem busca ser mais criativo deve fazer questão de ficar fora dessa maioria.

Mantenha sua mente ativa e busque aprender coisas novas profissionalmente (como um novo idioma ou uma especialização em determinada área) e não profissionalmente, como assuntos cotidianos que lhe interessam.

“Qualquer um que pare de aprender é velho, seja aos vinte ou aos oitenta. (Henry Ford)

#5 Dê (muita) risada!   

Dar risada é praticamente um “medicamento”. Além de relaxar o corpo, melhorar a circulação e a pressão arterial e fortalecer as defesas do organismo, o riso libera endorfina, responsável por promover sensação de bem-estar e relaxar a mente, dando asas à inovação e à criatividade.

#6 Esteja em dia com suas necessidades fisiológicas

Lembra da pirâmide de Maslow? A base da pirâmide são as necessidades fisiológicas. A mente funciona bem quando o corpo está em dias com suas necessidades. Portanto, cuide bem da sua alimentação, ingira bastante líquido, faça exames de rotina e o principal, quando o assunto é criatividade: durma bem!

#7 Busque fontes de insights criativos

Criatividade não significa necessariamente criar algo do zero. Muitas vezes aquele estalo criativo veio de uma série de conhecimentos adquiridos, ou seja, o repertório que você desenvolveu.

Por isso, leia muito e sobre vários assuntos, ouça músicas, assista a filmes, visite museus e galerias de arte e crie o hábito de conhecer a fundo o trabalho dos seus ídolos quando o assunto é Design, além de buscar sempre as principais tendências do mercado.

#8 Procure formas diferentes de resolver uma situação    

Mark Cuban diz que “Se você não sabe o que é preciso para fazer as pessoas e empresas com as quais você trabalha serem melhores, você não sabe como ser bem-sucedido”. Crie o hábito de desenvolver soluções para problemas que não são seus, exercitando seu cérebro para chegar a saídas criativas e diferentes para problemas comuns.  

Concluindo…    

É preciso deixar claro que se tornar mais criativo, assim como qualquer outro hábito a ser implantado em nosso cotidiano, é uma decisão! Envolve a decisão por afastar definitivamente o bloqueio criativo.

Por isso, uma dica é criar uma lista de pequenas coisas a implantar aos poucos no seu dia a dia (como as sugeridas neste post!) e começar aos poucos uma cultura criativa própria. Mãos à obra?!

Ei, você é designer gráfico?
Então saiba como lucrar mais com a Gráfica Paulista!        

Somos uma gráfica online focada no atendimento a designers e revendedores gráficos. Nosso objetivo é fazer com que sua margem de lucro esteja de acordo com suas expectativas, e para isso temos excelentes preços e prazos de produção bastante reduzidos.

Além disso, oferecemos uma série de acabamentos e coberturas para que sua criatividade não encontre limites na hora de produzir seus materiais gráficos!

Clique AQUI e conheça mais sobre a Gráfica Paulista e como ela pode dar um “up” na sua vida profissional!

Deixe o seu comentário Todos os campos são obrigatórios