O que não pode faltar em uma arte para Material Eleitoral?

A campanha política está a todo vapor e os partidos devem estar preparados para propaganda e divulgação das propostas nas Eleições de 2018. Para que o marketing político seja um sucesso é preciso estudar com calma toda a estratégia de campanha e tudo que será necessário, levando em consideração as peculiaridades de cada meio de comunicação usado na propagando eleitoral.

Com certeza o seu político deve ter pensado em todos os materiais eleitorais que são utilizados, e é aí que os designers e profissionais gráficos entram no jogo, elaborando e produzindo material político, como Santinho, Praguinha, Colinha, Jornal Eleitoral, e outros que estejam de acordo com o planejamento de campanha eleitoral feito pelo candidato, partido ou coligação.

Mas, atenção! Os materiais impressos precisam seguir certas regras para que o candidato não seja punido. Pensando nisso, separamos algumas regras do que não pode faltar nos impressos, além de dicas que vão ajudar o seu candidato a ser lembrado no dia da votação. 😉

Check List: o que não pode faltar em uma arte para material eleitoral?

não pode faltar em uma arte eleitoral.

Nome e número do candidato

Grafica-Paulista-material-eleitoral-nome-e-numero

Esses são dados importantíssimos, pois do que adianta fazer uma campanha se quem receber o material não souber quem é o candidato, certo? Então, sempre escreva o nome e o número do candidato, pois as pessoas precisam, além de conhecê-lo, saber qual número devem apertar na urna no dia da votação.

Partido

Grafica-Paulista-material-eleitoral-partido

Também é essencial informar o partido do candidato. Essa regra, além de fazer parte da legislação, é seguida de maneira estratégica. Boa parte do eleitorado tem partidos preferidos, e devem vir a escolher candidatos desse partido. Por isso, nunca esqueça de colocar o logo.

Número do CNJP ou CPF do responsável pela produção dos materiais

Grafica-Paulista-material-eleitoral-cnpj

Todo material impresso deve, obrigatoriamente, conter o número de inscrição no CNPJ ou CPF do responsável pela produção do material eleitoral. Essa regra está disponível na resolução disponibilizada pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Número do CNJP ou CPF de quem contratou o serviço

Grafica-Paulista-material-eleitoral-cnpjO número do CNPJ ou CPF do candidato também é obrigatório, podendo ser punido caso não contenha essa informação no material.

A tiragem dos materiais

Grafica-Paulista-material-eleitoral-tiragem

Em todos os materiais eleitorais é preciso ter a quantidade produzida, também é passível de multa ao candidato a falta dessa informação.

Nome do Vice

Grafica-Paulista-material-eleitoral-nome-vice

Para cargos majoritários o nome do vice deve, obrigatoriamente, aparecer de forma legível, não podendo ser inferior a 30% da fonte usada no nome do candidato.

Lembre-se nessas eleições está proibida a utilização de cavaletes e a fixação de impressos em locais públicos como postes e praças, e em propriedades privadas como bancas de jornais, fachadas de prédios, entre outros.

 

Essas foram algumas dicas da Paulista Cartões e regras do TSE para você profissional gráfico aproveitar o período eleitoral para alavancar ainda mais as vendas de material eleitoral. Venha para a gráfica que pensa no seu sucesso, venha para a Gráfica Paulista Cartões e  confira quanta opção de material gráfico para campanha política te aguarda!

 

Aproveite também e leia: 8 Dicas para fazer seu Material Eleitoral

 

 

O que não pode faltar em uma arte para Material Eleitoral?
5 - 36 votos

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe o seu comentário Todos os campos são obrigatórios